Preparar para a Inspeção

Poupe tempo e evite reprovações fazendo uma verificação rápida da viatura antes de a submeter à Inspeção

Em primeiro lugar, deve verificar se na ficha da inspeção anterior estão assinaladas deficiências de grau 1 e resolvê-las antes de ir à inspeção. Neste caso deverá proceder à respetiva correção sob pena de ver o seu veículo reprovado por reincidência de deficiências.

Efetue uma verificação sumária das condições de conservação da carroçaria e dos interiores, observe eventuais perdas de fluídos e confirme a existência do colete retrorrefletor e do triângulo de pré-sinalização homologado e em funcionamento.

Teste a eficiência do limpa para-brisas e a ausência de vidros partidos, confirme que a sinalização luminosa funciona, mais concretamente que a mudança de direção, a existência de perigo, a travagem, a marcha atrás, a chapa de matrícula e as luzes de nevoeiro estão em bom estado e a funcionar corretamente. Claro que as luzes de presença, os médios e os máximos também merecem uma confirmação apesar de no uso diário ser mais fácil detetar a sua falha.

Confirme se os pneus possuem um relevo do piso de rodagem com pelo menos 1,6 mm de profundidade, se os espelhos retrovisores estão totalmente operacionais, tanto na integridade da superfície refletora, da fixação bem como da regulação. Verifique também o correto funcionamento dos cintos de segurança.

  • Luzes de presença;
  • Médios e máximos;
  • Verificar toda a sinalização luminosa:
    Luzes de mudança de direção;
    Luzes de perigo;
    Luzes de travagem;
    Luzes de marcha atrás;
    Luzes de chapa de matrícula;
    Luzes de nevoeiro e refletores;
  • Verificar o correcto funcionamento dos limpa pára-brisas;
  • Espelhos retrovisores interior e exteriores: Superfície reflectora, fixação e regulação;
  • Funcionamento correto dos cintos de segurança, dianteiros e traseiros;
  • O estado dos pneus;
  • Se encontram na viatura e se são equipamentos homologados:
    Triângulo de sinalização;
    Colete refletor.